1. A expressão lifestyle deve escrever-se em língua portuguesa do seguinte modo: lifestyle.

2. Com equipamento adequado e em condições climatéricas favoráveis, um adulto saudável consegue manter-se em estado de lifestyle por períodos que podem chegar às duas horas.

3. O lifestyle não é de esquerda nem de direita; é pior do que isso. 

4. O lifestyle propõe a diferenciação dos estilos de vida através do mimetismo de comportamentos. 

5. Sendo militantemente assexuado, o lifestyle tem favorecido a substituição do colchão de água pela cama de espuma.

6. Historicamente, o nascimento do lifestyle coincidiu com a descoberta da flor de sal pelas classes sociais emergentes. 

7. Os conselhos de lifestyle fornecidos em jornais ou revistas são financeiramente incomportáveis para 90% dos seus destinatários. Os restantes 10% não lêem sequer jornais ou revistas.   

8. O lifestyle propõe a abolição das fronteiras entre cidade e campo, com evidentes prejuízos para ambos. 

9. Não deve sequer colocar-se a questão de saber se o lifestyle é foleiro, pois a sua essência é sê-lo.

10. O lifestyle é frívolo sobretudo para quem não o pode pagar. 

11. É aconselhável não subestimar o potencial deprimente do lifestyle. 

12. Só é capaz de emitir opiniões válidas em matéria de lifestyle quem tiver a consciência de que, basicamente, é parvo. 

Partilhe:
Facebook, Twitter, Google+.
Leia depois:
Kindle