Valorizar a nossa humanidade

Christine M. Korsgaard

Há cerca de vinte e cinco anos, publiquei um ensaio sobre a Fórmula de Humanidade de Kant, o princípio que nos instrui a tratar qualquer ser humano como um fim em si mesmo. Neste texto, afirmei que o argumento de Kant sobre o valor da humanidade é o seguinte: porque somos racionais, não podemos decidir perseguir um certo fim a não ser que o tomemos como bom. 

Ler

Nós, os Animais

David Antunes

Nós, os animais, vemos e movemo-nos! A troca parcial ou completa de predicados entre animais humanos e animais não humanos é, hoje, uma actividade comum, à primeira vista devedora do uso generoso de figuras de retórica e da amizade humana, correspondida ou não, apesar de, como é do conhecimento comum, o cão ser o melhor amigo do homem.

Ler

Pode "diáspora" ter aura? 

Hans Ulrich Gumbrecht

Um dos conceitos que menos me agradam, entre os que mais fama têm no meio intelectual que habito – o mundo académico da Crítica Literária e dos Estudos Culturais – é o conceito de “diáspora.” Aquilo que nele mais me irrita é uma estranha aura ética, que nos obriga a ser sensíveis e a adotar atitudes protecionistas relativamente a todos os fenómenos aos quais o termo seja aplicável.  

Ler