Katie Peterson

Deep Springs College


Poem

I didn’t get a tattoo, join a cult, or divorce a starter husband. I went to Harvard University and wrote a dissertation on Emily Dickinson. At some point my mother flew from California to Boston to make sure I wasn’t wasting into scholarship. I took her to Dickinson’s house, which she smoked through on the sly, alternating her ash with questions to the tour guide, “Did Emily Dickinson have friends in high school?” In the driveway to the Homestead, with the American directness of one who wishes for the bottom line, she asked “Kate,” taking a drag, “What did she really do with her life?”

Poema

Não fiz uma tatuagem, não me juntei a uma seita ou acabei com um casamento irreflectido. Fui para a Universidade de Harvard e escrevi uma tese sobre Emily Dickinson. A dada altura a minha mãe voou da Califórnia para Boston para se certificar de que eu não estava a desperdiçar-me numa bolsa académica. Levei-a a uma visita à casa de Dickinson, em que ela fumou às escondidas, alternando o sacudir da cinza com perguntas à guia: A Emily Dickinson tinha amigos no liceu? No acesso à residência, com a assertividade americana de quem quer chegar ao fundo das questões, perguntou, inalando uma baforada: Kate, o que é que ela fez mesmo da vida dela?